Chega de ser macaco de auditório!

Chega de ser macaco de auditório!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

No corcovado quem abre os braços sou eu, Copacabana essa semana o mar sou eu...





Pois é, faz muuuuuuuuuuuito tempo desde a última postagem, nem sei se vocês deram tanta falta assim, na verdade nem sei se alguém lê, mas tudo bem, sigo escrevendo, é um exercício do auto-conhecimento e da auto- reflexão, na pior das hipóteses economizo um monte com terapias, quando escrevo é uma espécie de desabafo, desopila, é ótimo!
Estive no meu Rio de Janeiro, pode ser seu , nosso...Mas há que se cuidar do que se ama, e como meu Rio tá maltratadinho, pobre Rio!
Sou moradora de Santos/SP (mas sou carioca da gema e da casca), e num posso deixar de reparar que o Rio precisa de ajuda, divina inclusive, aliás acho que a essa altura , só Deus.
Mas como alguém observou a meu respeito, eu costumo ver o copo meio cheio!
Pra ser bem sincera eu costumo ver o copo exatamente do jeito que ele está, se estiver vazio mando encher, se estiver cheio, mando esvaziar. (mas peço por favor, não me interpretem mal)
pra manter o equilibrio né? mas óbvio não há equilíbrio perfeito sem uma dose de otimismo e gratidão, agradeço por estar a salvo, agradeço por aqueles que seguem morando e amando o Rio e no Rio por estarem bem, apesar de toda a insanidade social e política, agradeço por que tem sempre alguem pior que eu e com certeza esse cara tem algo por que agradecer , então por que eu não agradeceria ?
A vida não é um monte de problemas, mas sim uma corrida de obstáculos, quantos mais você passar, mais você vai ganhar.

estou de volta, mas não se esqueçam:

"No corcovado quem abre os braços SOU EU."


beijos em todos,

Anna

Um comentário:

nanda burok disse...

Tô chegando agora aqui no blog...esse tópico me chamou atenção, pois o Rio é algo em comum entre nós.
E que delícia compartilharmos algo dessa magnitude!
Ninguém poderia ter traduzido melhor esse sentimento...
Amei suas palavras!
É exatamente assim que me sinto...